quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Ketiane e Gildo

Por mais que haja encontros e desencontros, o que Deus tem preparado para você, vem na data certa. Foi isso que senti ao ler a história da Ketiane e do Gildo. Tudo foi se preparando e tudo foi se encaixando para hoje estarem os dois, unidos na preparação de seu casamento. Minha história com os dois começou a pouco tempo, mas já tenho um carinho imenso (questão de afinidade) por eles. Sabe né, passamos mais de 02 horas conversando, já na primeira vez, quando assinamos contrato... e já espero mais encontros, temos muito tempo para isso (que bom!)... Então, vou deixar a noiva contar um pouco da história de amor dos dois... Conta aí Ketiane...

Nossa história começou assim...


Eu tinha uns 12 anos quando fazia aula de dança na casa de uma colega minha ( hoje minha cunhada), mas não tinha nenhum contato com o Gildo (noivo), aliás não gostava dele porque ele era super calado, na dele e não falava com ninguém, só o via quando o nosso microfone e aparelho de som dava problema e aí a irmã dele o chamava para consertar..rsrsr  - dançávamos e cantávamos Xuxa, Angélica e paquitas...rsrsrs.


Quatro ano depois, eu estava no penúltimo ano do colegial e nos reencontramos na parada do ônibus, mas não nos falamos, só nos olhávamos! Pegamos o mesmo ônibus e só havia um lugar para sentar e ele todo cavalheiro me cedeu o lugar, minutos depois a pessoa que estava sentada ao meu lado levantou-se para descer e o Gildo sentou ao meu lado.

Meu coração bateu forte e nos olhamos por um tempo, mas como somos muito tímidos não falamos nada neste momento... minutos depois ele disse: eu te conheço! E eu respondi: eu também! ( mas sinceramente não consegui lembrar de onde, pensei que fosse do cursinho de inglês ou da turma passada do colégio), começamos a conversar sobre os mais diversos assuntos exceto de onde nos conhecíamos..rsrssr

Com o andar da conversa, Lembrei de onde nos conhecíamos e senti muita vergonha, não queria de forma alguma que ele também lembrasse, mas isso não aconteceu! Para a minha vergonha ele disse: eu te conheço do grupo de dança da minha irmã e eu fiquei toda vermelha.. fazer o que?  Queria um buraco para em enfiar... Após esse desastre chegou a hora de descer e foi minha salvação. Fui para casa e não parava de pensar no que havia acontecido.

No outro dia, tentei pegar o ônibus no mesmo horário só para reecontrá-lo e ele fazia o mesmo por mim ( mas eu não sabia) e deu certo! Nos encontrávamos todos os dias quando eu largava do colégio e ele do trabalho, ficávamos conversando até a parada final. Engraçado que não falávamos sobre nós e sim sobre as coisas que estavam acontecendo no mundo.

Meses depois, ele já conhecia onde eu morava, comprávamos pão na padaria nos mesmo horário só para termos a chance de nos ver..... mas o destino fez com que perdêssemos o contato, pois ele havia se mudado sem sequer avisar e nos despedir. Perdi o contato com ele e na época não tínhamos celular e nem tão pouco internet, fiquei triste mas passou, aliás éramos apenas bons amigos e mais nada além disso.


Em dezembro de 2002 ele retornou para morar em meu bairro e nos reencontramos sem querer! Pelo menos de minha parte... e ele me explicou tudo o que havia acontecido. Voltamos a nos  ver todos os dias e ele me chamou para passar o ano novo com ele, familiares e amigos! Eu disse que só iria se ele fosse pedir aos meus pais porque não tinha costume de depois da rompida do ano sair. E uns três dias antes do final do ano após comprarmos pão na padaria ele foi na minha casa pedir aos meus pais... e eu me surpreendi com a resposta.. eles deixaram, mas com uma condição... se minha irmã fosse junto!

Após a rompida do ano, estava ele na porta da minha casa para nos buscar e parecia que ele já era da família, conversando com meus pais. Fomos então a tão esperada festa...rsrsrsr... havia uns amigos dele que ficavam me paquerando e ele todo zeloso comigo, tirando o cavalinho dos meninos da chuva e tudo! Até que tocou uma música romântica e ele me convidou para dançar mas eu não aceitei, então ele foi dançar com outras meninas ( primas) mas eu não sabia! E em seguida me chamou novamente, eu não resisti e foi a primeira vez que havia ficado com ciúmes dele, foi lindo no momento da dança,pisamos o pé um do outro...rsrsrs.
Às 05:00 da manhã conforme combinado com meus pais ele nos levou para casa com segurança e olha que não ingerimos nenhuma bebida alcoólica e nos despedimos.

Tempos depois, descobri que ele havia se convertido (evangélico) e estava evangelizando a minha família em especial o meu pai. Freqüentei a mesma igreja que a dele e me converti meses depois, na igreja sempre trabalhamos juntos, na recepção, no grupo de evangelismo e no louvor e foi no louvor que tudo de fato aconteceu, pois ele me ensinava a tocar teclado e ficamos mais unidos, trocando segredos e confiando cada dia mais no outro. Neste tempo , nos falávamos todos os dias, inclusive no horário de almoço dele conversávamos as duas horas que tinha e às vezes ultrapassava o horário, era muito bom!

Em 2005 foi o casamento do nosso pastor e ele estava a todo vapor ajudando neste dia tão especial! Ele havia passado o dia todo no salão organizando os detalhes do casamento e as 17:00 estava na minha casa todo sujo me convidando para ir ao casamento com ele e advinha o que eu disse: NÃO! Tava morta de vergonha... e disse que iria com a minha tia ao casamento. De muito ele insistir e minha mãe pedir aceitei ir com ele.. ás 18:30 ele estava impecável na minha casa para irmos ao casamento e a primeira coisa que ele disse foi que eu estava linda! Me senti nas nuvens, não sabe ele que havia caprichado pra ele..rsrsrs

Quando chegou no casamento ele havia separado uma mesa para mim e minha tia bem ao lado de onde o louvor estava cantando e tocando e nos olhávamos o tempo todo e percebi que ele não havia comido e nem bebido nada, então preparei um pratinho e levei pra ele próximo ao horário de minha saída da festa e ele amou. Logo em seguida, fui me despedir dos amigos e dele mas ele fez questão de me levar em casa e depois voltar para limpar o salão.  Foi neste dia que descobri que estávamos nos gostando.

Depois desse dia, demonstrávamos com mais intensidade o nosso carinho e então ele dizia: eu quero falar contigo após o culto, mas sempre acontecia algo que nos impedia porque sempre havia reunião com os grupos que fazíamos parte e ficaria muito tarde para conversar. Fora que nos dias que dava eu fugia dele..rsrsr

Até que eu arrumei o meu primeiro emprego na CEASA ( de 05:00 da manha as 19:00) cheguei em casa um caco e advinha quem estava lá me esperando com um imenso sorriso? ELE! Conversamos sobre como foi o meu dia e em seguida coloquei o jantar para nós (aliás ele havia vindo direito do trabalho) e foi quando ele me pediu em namoro e declarou todo o seu amor. Mas eu mais uma vez me fiz de difícil e disse que ira pensar...rsrsrsr ( só que ele não sabia que 03 dias antes eu havia tido um sonho q Deus me dizia: minha filha em 03 dias virá a pessoa que eu escolhi pra você, lhe pedir em namoro) neste mesmo tempo havia 03 rapazes na minha igreja querendo me pedir em namoro ( poderia ser qualquer um).  Engraçado que quando eu orava eu pedia a Deus uma pessoas que nem Gildo ( mas que não fosse ele pq não queria perder sua amizade) e descobrir que ele orava o mesmo por mim....


Dois dias depois do pedido eu aceitei ser sua namorada no dia 17/04/2005, em 15/09/2007 nós noivamos e estamos com nosso casamento marcado no dia 23/11/2013.


Somos muito felizes e nos amamos muito.


Este foi um breve resumo de nossa história!!!
                                                                                                              

Bjus!!


Ketiane Araujo

3 comentários:

  1. linda historis e e parecida com a minha historia e do meu amo

    ResponderExcluir
  2. Que lindo....E eu ainda fui atrapalhar o negocio...como escudo.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário sobre a postagem acima. Caso queria entrar em contato conosco, utilize o e-mail: diferenciall@live.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...